Hillary Clinton é clara sobre Trump: "não somos amigos", diz revista

WASHINGTON (Reuters) - A pré-candidata democrata à Presidência dos Estados Unidos Hillary Clinton quer deixar clara sua posição sobre Donald Trump: "não somos amigos".

"Nos conhecíamos, claro, em Nova York", disse Clinton, ex-senadora pelo Estado de Nova York, à revista People em entrevista divulgada nesta quarta-feira. "Eu conhecia muita gente."

Trump, bilionário do setor imobiliário cuja posição como principal candidato republicano foi prejudicada ao terminar em segundo lugar do caucus de Iowa na segunda-feira, elogia há tempos sua amizade com Bill e Hillary Clinton. A People citou uma entrevista de 2012 à Fox News na qual Trump disse que gosta "muito" dos Clinton.

Mas os Clinton, que foram ao casamento de Trump em 2005, foram justos na campanha eleitoral. Em novembro, Trump disse que Hillary Clinton não tinha a força ou resistência para ser presidente e a chamou de a pior secretária de Estado dos EUA, posto ocupado por Hillary entre 2009 e 2013.

Quando Hillary denunciou Trump no mês passado por usar retórica inflamatória, dizendo que ele "demonstrou sua propensão ao sexismo", Trump usou a frase contra ela, usando-a para se referir ao escândalo sexual de Bill Clinton como presidente dos EUA.

O estilo e comentários sem cortes e muitas vezes ultrajante de Trump sobre hispânicos, mulheres, muçulmanos e seus rivais na corrida presidencial definiram boa parte do tom para a disputa republicana.

Hillary acusou Donald Trump de ser divisionista e fanfarrão.

"Não ligo muito para o que ele diz sobre mim porque vejo isso como, você sabe, política - mas não particularmente o tipo que eu aprovo", disse à revista People.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos