ONU tenta salvar conversas de paz da Síria, mas combates continuam

John Irish e Tom Miles

Em Genebra

A ONU (Organização das Nações Unidas) se empenhou em manter as conversas de paz da Síria vivas nesta quarta-feira (3), mas os combates continuaram, já que o governo de Damasco, amparado por ataques aéreos da Rússia, levou adiante uma grande ofensiva contra os rebeldes.

O enviado especial da ONU para a Síria, Staffan de Mistura, anunciou o início formal das tratativas em Genebra dois dias atrás, a primeira tentativa em dois anos de negociar um fim à guerra civil que já matou 250 mil pessoas, criou um enorme contingente de refugiados e fortaleceu o Estado Islâmico.

Mas desde então, tanto representantes do governo quanto da oposição afirmaram que as conversas nem sequer começaram.

"Parece que a primeira fase de preparativos (para as conversas) irá tomar muito mais tempo do que o esperado", disse o chefe da delegação governamental, Bashar al-Ja'afari, à Reuters em uma entrevista em Genebra nesta quarta-feira.

"As discussões oficiais ainda não decolaram, infelizmente. Ainda estamos debatendo como proceder."

Ja'afari disse que, para o governo, ainda não está claro com quem irá negociar no fragmentado lado opositor.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos