Premiê japonês diz que continuará a trabalhar com BC para atingir meta de preços

TÓQUIO (Reuters) - O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, disse nesta quarta-feira que o governo e o banco central vão continuar a trabalhar juntos para alcançar a meta de inflação de 2 por cento e derrotar a deflação, acrescentando que cabe ao BC decidir sobre medidas específicas de política monetária.

"Eu entendo que a adoção pelo banco central do Japão de medidas de estímulo com taxa de juros negativa mostra sua forte determinação em derrotar a deflação", disse Abe ao Parlamento.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos