Duke Energy diz que poderá vender parcial ou totalmente usinas no Brasil

SÃO PAULO (Reuters) - A norte-americana Duke Energy Corp poderá vender a totalidade ou parte de seus negócios no Brasil, segundo comunicado divulgado nesta quinta-feira pela subsidiária brasileira da companhia, Duke Energy Brasil.

A empresa, que controla hidrelétricas em São Paulo em um total de 2,2 gigawatts em potência, disse que seu acionista controlador "pretende dar início a um processo que pode ao final resultar na venda da totalidade ou de uma parte das ações".

"A preparação desse processo pela Duke encontra-se em fase preliminar e nenhuma oferta vinculante ou não vinculante foi submetida ou solicitada", explicou a companhia.

A Duke Energy Corp admitiu, em comunicado separado nesta quinta-feira, que buscará vender total ou parcialmente sua unidade internacional, que inclui ativos no Brasil, Argentina e Chile.

Os negócios nesses países representaram cerca de 12 por cento da receita da companhia no trimestre encerrado em 30 de setembro.

O movimento vem na sequência da aquisição pela empresa da distribuidora de gás Piedmont Natural Gas Co, por 4,9 bilhões de dólares, e faz parte de uma tentativa da companhia de reduzir a exposição a mercados não-regulados nos Estados Unidos e no exterior.

(Por Luciano Costa; reportagem adicional de Anet Josline Pinto em Bangalore)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos