Exército da Síria prepara cerco a Aleppo; rebeldes esperam mais armas

Por Tom Perry e Lisa Barrington e Tulay Karadeniz

BEIRUTE/ANCARA (Reuters) - Uma fonte do Exército da Síria disse que a cidade de Aleppo será cercada por forças do governo em breve, e os rebeldes, mesmo alvejados por ataques aéreos da Rússia, expressaram a esperança de que o fracasso das conversas de paz em Genebra convença seus apoiadores estrangeiros a lhes enviar mais armas.

A Turquia, grande patrocinadora da insurgência contra o presidente sírio, Bashar al-Assad, declarou não haver sentido nas conversas enquanto os russos realizarem ataques na Síria. Moscou confirmou que um treinador militar russo foi morto na Síria esta semana, mas negou que agentes de seu país estejam envolvidos em combates terrestres.

Na quarta-feira, a Organização das Nações Unidas (ONU) suspendeu as primeiras negociações de paz em dois anos, freando um esforço que parecia condenado desde o início, já que a guerra continua sem trégua e as forças governamentais cortaram uma importante rota de suprimento dos rebeldes para a estratégica Aleppo, maior cidade síria antes do início dos combates.

Nesta quinta-feira, a Turquia anunciou que dezenas de milhares de refugiados de Aleppo estão rumando para a fronteira devido aos bombardeios.

Quatro meses de ataques aéreos russos viraram o jogo a favor de Assad na esteira de avanços rebeldes ao longo de 2015, que representaram uma ameaça crescente a seu controle de áreas cruciais no oeste sírio.

Com a ajuda do poderio aéreo de Moscou e de aliados como o grupo libanês Hezbollah e combatentes iranianos em solo, o desgastado Exército da Síria está retomando terreno em frontes essenciais do oeste do país, onde se localizam as cidades mais importantes.

Mas vastas porções de território estão nas mãos de rebeldes armados, incluindo um mosaico de grupos no oeste, o Estado Islâmico no leste e milícias curdas no norte.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos