China diz que UE deveria levar reivindicações sobre dumping em aço à OMC

PEQUIM (Reuters) - O Ministério do Comércio da China disse que as reivindicações da Europa sobre a prática de dumping por produtores chineses de aço devem ser levada à Organização Mundial do Comércio (OMC), em resposta a relatos de que a Comissão Europeia se prepara para impor tarifas sobre o aço importado do país.

Os membros da OMC devem cumprir as suas obrigações do tratado e parar de usar "países substitutos" para apresentar queixas antidumping, afirmou um porta-voz do Ministério do Comércio, de acordo com um comunicado divulgado no site do ministério, neste sábado.

A Comissão Europeia CE irá impor tarifas provisórias no final deste mês de até 16 por cento para a China, e de até 26 por cento para a Rússia, na sequência da sua investigação sobre dumping alegado pelos dois países.

A Reuters informou que as medidas provisórias estão previstas para serem anunciadas em 14 de fevereiro e os taxas definitivos, se estabelecidas após a conclusão da investigação, em 12 de agosto. Tais taxas ficariam em vigor normalmente por cinco anos.

(Reportagem de Matthew Miller)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos