Grupo ligado à Al Qaeda reivindica autoria de ataque na base da ONU em Mali

BAMAKO (Reuters) - A Al Qaeda no Maghreb Islâmico (AQIM) reivindicou a responsabilidade por um ataque mortal em uma base de polícia da Organização das Nações Unidas (ONU) na cidade de Timbuktu, no norte de Mali, de acordo com um comunicado monitorado pelo Grupo de Inteligência SITE, neste sábado.

Tropas do Mali apoiadas por helicópteros da ONU recapturaram a base horas depois de ter sido tomada na sexta-feira.

Militantes têm expandido seus ataques na região, matando 20 em um ataque a um hotel na capital do Mali em novembro e 30 em um ataque na capital do Burkina Faso no mês passado.

(Reportagem de Souleymane Ag Anara)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos