Ministro do Interior afegão pode deixar o governo com o agravamento de crise, dizem fontes

Por Hamid Shalizi

CABUL (Reuters) - O ministro do Interior do Afeganistão, Noor-ul-Haq Olomi, ofereceu a sua renúncia ao presidente Ashraf Ghani, depois das crescentes críticas à piora da situação da segurança nos últimos meses, disseram pessoas familiares com o tema.

A oferta de renúncia, que, segundo as fontes, não havia sido aceita ainda, representa mais um golpe para o governo em dificuldades de Ghani, que não tem um ministro da Defesa permanente e que recentemente perdeu o chefe do serviço de inteligência no momento em que o talibã intensifica as ações insurgentes.

Três diferentes fontes diplomáticas e do governo, que falaram sob condição de anonimato, disseram que Olomi ofereceu a saída, mas que Ghani ainda pensava na substituição, antes de aceitar. 

Um porta-voz do Ministério do Interior declarou que não poderia confirmar a informação.

(Reportagem de Hamid Shalizi)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos