Venda de passagens da TAM não sofreu impacto do Zika, diz Latam Airlines

SANTIAGO (Reuters) - A venda de passagens aéreas pela TAM, subsidiária do grupo Latam Airlines, não foi impactada pela propagação do Zika vírus no Brasil e outros países da América do Sul, disse a empresa nesta segunda-feira à Reuters.

A agência de classificação de risco Moody's disse na semana passada que a Gol e a LATAM Airlines, por meio da TAM, seriam as companhias áreas mais expostas a uma redução de viagens aéreas na América Latina devido ao vírus.

"Até o momento, não houve impacto nas reservas (vendas) da TAM... devido aos casos de Zika vírus ocorridos no Brasil e em outras localidades onde a empresa opera", disse a empresa.

A LATAM, formada pela TAM e pela chilena LAN, tem unidades de operação na Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai e Peru.

(Por Felipe Iturrieta e Anthony Esposito)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos