Apesar de decisão judicial, Casa Branca diz que EUA vão cumprir metas de acordo do clima

Por Ayesha Rascoe

WASHINGTON (Reuters) - A Casa Branca prometeu nesta quarta-feira que vai conseguir manter os compromissos dos Estados Unidos previstos no acordo internacional sobre mudanças climáticas, depois de uma decisão judicial que aumentou as preocupações sobre a viabilidade do acordo para redução global do carbono firmado no ano passado.

Ações de empresas do setor de carvão refletiram as incertezas um dia após a decisão da Suprema Corte dos EUA. Depois de saltar quase 7 por cento no início das atividades, o índice do carvão norte-americano da Thomson Reuters estava com baixa de 3 por cento à tarde.

A corte aplicou um golpe duro na terça-feira nos planos relacionados às mudanças climáticas do governo Obama, quando decidiu de forma incomum postergar a implementação do Plano de Energia Limpa até que os recursos legais às regras sejam finalizados.

Política-chave da estratégia do governo para as mudanças climáticas, o Plano de Energia Limpa foi elaborado para reduzir até 2030 as emissões de carbono das usinas dos EUA para 32 por cento abaixo dos níveis de 2005.

A decisão de temporariamente bloquear a norma se dá depois que os EUA participaram de um acordo mundial histórico em dezembro para reduzir a emissão de gases do efeito estufa.

Embora a expectativa fosse que o Plano de Energia Limpa seria a principal ferramenta dos EUA para cumprir a sua parte no acordo, Eric Schultz, porta-voz da Casa Branca, afirmou à imprensa que o plano é somente uma parte da resposta do país às mudanças climáticas.

O prolongamento dos créditos fiscais para energias renováveis vai continuar a impulsionar a transição do setor energético para fontes mais limpas, disse o porta-voz.

"A inclusão desses créditos fiscais vai ter mais impacto a curto prazo do que o Plano de Energia Limpa”, afirmou.

(Reportagem adicional de Lewis Krauskopf, Alister Doyle, Valerie Volcovici, Jeff Mason e Roberta Rampton)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos