Presidente de petroleira russa Rosneft sugere ideia de cortes de produção

MOSCOU (Reuters) - O presidente da petroleira estatal russa Rosneft sugeriu nesta quarta-feira a ideia de um corte coordenado de produção pelos maiores países produtores para elevar os preços em queda, mas absteve-se de dizer se Moscou poderia contribuir para esse plano.

O executivo chefe da Rosneft, Igor Sechin, em um discurso em conferência em Londres, atribuiu a sobreoferta do mercado à superprodução de países membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep).

Ele sugeriu que cada um dos maiores produtores de petróleo reduza a oferta em 1 milhão de barris por dia.

Países produtores em dificuldades pediram nas últimas semanas que a líder da Opep, Arábia Saudita, realize um encontro com urgência para discutir cortes de produção. Riyad indicou que poderia considerar uma redução apenas se todos maiores produtores concordarem.

A agência de notícias russa RIA, no entanto, reportou que Sechin disse nesta quarta-feira que duvida que os produtores de petróleo do mundo cheguem a um acordo sobre cortes de produção.

(Por Dmitry Zhdannikov e Ron Bousso; reportagem adicional de Jack Stubbs)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos