Suzano diz que manterá exportações aos EUA apesar de taxação

SÃO PAULO (Reuters) - A Suzano Papel e Celulose anunciou nesta quarta-feira que continuará com suas exportações aos Estados Unidos, apesar da decisão tomada na véspera pela International Trade Commission (ITC) que ratificou uma taxa antidumping imposta pelos EUA às importações de papel não revestido cortado de Brasil, Austrália, China, Indonésia e Portugal.

Em comunicado ao mercado, a Suzano disse que a decisão da ITC "não altera o cenário atual", argumentando que a taxação de 22,16 por cento está mantida.

"A Suzano continuará com as suas exportações para os EUA, recolhendo a taxação", afirma o comunicado, que acrescenta que a Suzano acredita ser capaz de reverter a decisão da ITC futuramente.

"O processo será objeto de revisão anual e a Suzano acredita que será capaz de comprovar ao longo da próxima revisão a inexistência de dumping do seu papel não revestido cortado destinado aos EUA, situação em que reaverá os valores até então recolhidos", disse a empresa.

(Por Eduardo Simões)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos