Nordeste dos EUA enfrenta frio intenso; temperaturas podem bater mínimas recordes

BOSTON (Reuters) - Uma perigosa onda de frio atingiu o nordeste dos Estados Unidos neste sábado, com as temperaturas em algumas áreas previstas para ir abaixo de zero e a cidade de Boston atravessando seu dia dos namorados mais frio das últimas quatro décadas.

As autoridades alertaram as pessoas a ficarem em locais fechados, protegidas daquilo que o Serviço Meteorológico dos EUA descreveu como um frio "ameaçador". Alertas sobre ventos frios foram emitidos para regiões abrangendo nove Estados norte-americanos, do norte da Pennsylvania ao oeste do Maine, com os meteorologistas esperando rajadas de até 72 km/h.

"Os ventos frios vão ficar mais e mais frios à medida que o dia avança", disse Alan Dunham, meteorologista no Serviço Meteorológico Nacional em Taunton, no Massachusetts.

A temperatura em Boston deve cair a -21,7 graus Celsius, mas a sensação térmica deve ficar abaixo dos -34,4 graus Celsius com os ventos frios.

Isso seria abaixo da mínima recorde de -19,4 graus Celsius registrada em 1979.

Na Pensilvânia, mais de 50 carros se envolveram numa colisão em uma rodovia interestadual nos arredores de Harrisburg depois da capital do Estado ser atingida por uma ventania.

A cidade de Nova York se preparava para sua noite mais fria dos últimos 20 anos. O prefeito Bill de Blasio disse que equipes sobressalentes foram mobilizadas para atender os moradores que ficarem sem aquecimento.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos