Hospital apoiado pelo MSF na Síria é destruído "deliberadamente" por ataques aéreos, diz grupo

PARIS (Reuters) - Um hospital apoiado pela organização de ajuda humanitária Médicos Sem Fronteiras (MSF) na província de Idlib, no norte da Síria, foi destruído "deliberadamente" por ataques aéreos nesta segunda-feira, e oito pessoas estão desaparecidas, informou o MSF em comunicado.

"Este foi um ataque deliberado contra um estabelecimento de saúde", disse Massimiliano Rebaudengo, chefe da missão local da entidade. "A destruição deste hospital priva cerca de 40 mil pessoas de tratamentos nesta zona de conflito".

O MSF afirmou que o hospital foi destruído depois de ser atingido por quatro mísseis na sequência de dois ataques em um intervalo de poucos minutos. Não se sabe o paradeiro de pelo menos oito pessoas.

A instituição não identificou a origem dos ataques aéreos.

O hospital, que tem 54 funcionários e 30 leitos, é financiado pelo MSF, que também fornece remédios e equipamentos às suas instalações.

(Por John Irish e Marine Pennetier)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos