Ministro diz que há 6 consórcios interessados em privatização da Celg-D

BRASÍLIA (Reuters) - Seis consórcios de empresas já manifestaram interesse em participar do leilão de privatização da distribuidora de energia elétrica goiana Celg-D, que deverá ser realizado em março, disse a jornalistas nesta segunda-feira o ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga.

Braga disse que há empresas nacionais e estrangeiras entre os interessados e adiantou, sem detalhar, que a lista inclui investidores chineses. A Celg-D é controlada pela estatal federal Eletrobras.

"Devem entrar os chineses. Eles, pelo menos, estão manifestando (interesse) em diversas reuniões", disse Braga.

"Esses seis grupos são grupos de consórcios. No meio desses consórcios pode ter chinês, pode ter espanhol, pode ter italiano. Brasileiros e estrangeiros", disse.

Entre as companhias que já demonstraram interesse estão Energisa, CPFL, Equatorial, Neoenergia, a italiana Enel e AES Brasil, conforme informou a Reuters anteriormente.

(Por Leonardo Goy)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos