Enviado da ONU discute com chanceler da Síria cessar-fogo e envio de ajuda

Por Stephanie Nebehay

GENEBRA (Reuters) - O enviado da Organização das Nações Unidas (ONU) para a Síria conversou com o ministro das Relações Exteriores sírio nesta terça-feira com o objetivo de garantir o fim das hostilidades e o envio "sem obstáculos" de ajuda humanitária a áreas sitiadas por todos os lados do conflito, informou um porta-voz da ONU.

Staffan de Mistura deve se reunir com Walid al-Moualem mais uma vez nesta terça-feira em Damasco para debater a retomada das conversas de paz, marcadas para 25 de fevereiro, depois da suspensão da primeira rodada da semana passada, disse o porta-voz Ahmad Fawzi.

"Estamos testemunhando no país uma degradação que não pode esperar", afirmou Fawzi em um briefing à imprensa em Genebra. "A razão de ele (De Mistura) as ter suspendido foi, como vocês sabem, que as cidades ainda estavam sendo bombardeadas, as pessoas ainda estavam sendo forçadas a passar fome."

Na sexta-feira passada, em Munique, potências mundiais concordaram com um suspensão das hostilidades na Síria para permitir a entrega de auxílio humanitário, mas o acordo não entra em vigor até o final desta semana e não foi assinado por nenhuma das partes em guerra.

    "Você não pode obrigar as pessoas a virem à mesa para falar de paz. É claro que há aqueles que têm influência sobre as partes, e é isso que ele está tentando fazer, convencer aqueles que têm influência sobre as partes a pressionar as partes envolvidas para que venham para a mesa e detenham esta loucura", disse Fawzi.

    Na segunda-feira, a Turquia acusou a Rússia de um "crime de guerra óbvio" na esteira de ataques com mísseis no norte sírio que mataram quase 50 pessoas, e alertou milicianos curdos na área que enfrentarão a "reação mais áspera" se tentarem capturar uma cidade próxima da fronteira turca. 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos