Áustria vai limitar entrada de imigrantes a 3.200 por dia

VIENA (Reuters) - A Áustria irá limitar a entrada de imigrantes a 3.200 por dia a partir da próxima sexta-feira, informou a ministra austríaca do Interior, Johanna Mikl-Leitner, pedindo a outros países que endureçam suas restrições.

O número de recém-chegados à Áustria pela principal rota de acesso, que cruza a Eslovênia, flutuou muito ao longo do ano passado, tendo alcançado 14 mil por dia. As cifras mais recentes indicam que cerca de mil pessoas têm enfrentado o inverno regional a cada 24 horas.

"É importante que cada país na rota dos Bálcãs aja de forma mais restritiva", declarou Johanna em um comunicado enviado por e-mail nesta quarta-feira. "Um acúmulo do lado esloveno... não pode ser descartado", acrescentou.

No mês passado, a Áustria declarou que só irá analisar 37.500 pedidos de asilo este ano, em comparação aos 90 mil que recebeu no ano passado.

Cerca de 90 por cento dos imigrantes, muitos dos quais fogem de conflitos no Oriente Médio, continua rumando para o norte depois de entrar na Áustria na tentativa de chegar à Alemanha e a outros destinos, disseram autoridades.

(Por Alexandra Schwarz-Goerlich)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos