Bovespa fecha em alta de 1,8% com NY e petróleo, mas corte da S&P limita ganhos

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da Bovespa fechou em alta pelo quarto pregão seguido nesta quarta-feira, na esteira dos ganhos em Wall Street e dos do petróleo, mas longe das máximas após a agência de risco Standard & Poor's cortar o rating do Brasil, com perspectiva negativa.

As notícias corporativas e a cena política também estiveram no radar nesta sessão, marcada ainda pelo vencimento de opções sobre o Ibovespa e o índice futuro.

De acordo com dados preliminares, o Ibovespa subiu 1,82 por cento, a 41.693 pontos. Na máxima, pouco antes do anúncio da S&P, o índice de referência do mercado acionário brasileiro chegou a avançar 3,6 por cento, acima de 42 mil pontos.

O volume financeiro totalizava 6,7 bilhões de reais, ainda sem contabilizar operações ligadas aos vencimentos de opções do Ibovespa e do índice futuro.

(Por Paula Arend Laier)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos