Forças israelenses matam três agressores palestinos

JERUSALÉM (Reuters) - Forças israelenses mataram três agressores palestinos a tiros em incidentes separados em Jerusalém e na Cisjordânia ocupada nesta sexta-feira, disseram a polícia e o Exército, enquanto uma onda de intensa violência persiste pelo quinto mês.

Em Jerusalém, um homem palestino esfaqueou dois policiais fora da murada Cidade Velha, antes que eles abrissem fogo e o matassem, disse a polícia.

Poucas horas depois, na Cisjordânia, um homem palestino tentou avançar com seu carro na direção de um grupo de soldados israelenses, que o mataram, disse o Exército.

Um terceiro homem palestino foi morto por soldados israelenses em um confronto em outro ponto da Cisjordânia, disse o Ministério da Saúde palestino.

Uma porta-voz israelense disse que o homem estava com uma arma automática e atirou contra os soldados durante o conflito.

Desde outubro esfaqueamentos, tiros e ataques com carros de palestinos mataram 28 israelenses e um cidadão norte-americano. As forças de segurança de Israel mataram pelo menos 167 palestinos, 110 deles apontados como agressores pelos israelenses, enquanto a maioria dos outros foram mortos durante violentos protestos anti-Israel.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos