Chelsea atropela City com reservas na Copa da Inglaterra; Spurs é eliminado

LONDRES, Fev 21 (Reuters) - O Chelsea aproveitou o fato do Manchester City ter entrado em campo com um time reserva e goleou o rival por 5 x 1 em partida da quinta rodada da Copa da Inglaterra neste domingo, se juntando aos vizinhos londrinos West Ham e Crystal Palace nas quartas de final da competição.

Gols de Willian, Gary Cahill, Eden Hazard e Bertrand Traore no segundo tempo, depois que os dois times foram ao intervalo empatados em 1 x 1, mostraram a superioridade do Chelsea sobre uma equipe que se poupa para o duelo da próxima quarta-feira diante do Dinamo de Kiev pela Liga dos Campeões da Europa. 

O City, que enfrenta o Liverpool na final da Copa da Liga em Wembley no próximo domingo, tem agora três derrotas consecutivas na conta.

O Chelsea tem uma tarefa dura na próxima rodada, encarando o Everton, que derrotou na final da Copa da Inglaterra de 2009, fora de casa.

O Crystal Palace venceu o Tottenham por 1 x 0 e agora fará um duelo em casa com o Reading, da segunda divisão, que surpreendeu o West Bromwich, da primeira, por 3 x 1 no sábado.

Já o West Ham jogará na próxima fase fora de casa contra ou Manchester United ou Shrewsbury Town, da terceira divisão, isso depois do time de Londres golear o Blackburn Rovers, da segunda divisão, por 5 x 1 fora de casa - Dmitri Payet e Emmanuel Emenike marcaram dois gols cada, em jogo que terminou com os dois times com dez jogadores.

O modesto Shrewsburry recebe o United de Louis van Gaal na segunda-feira.

Se o atual campeão Arsenal vencer o Hull City no segundo jogo, após ficar no empate em casa com o líder da segunda divisão no sábado, via encarar o vizinho londrino Watford em seus domínios.

MUITAS MUDANÇAS

O treinador do Manchester City Manuel Pellegrini já havia dito que poderia sacrificar a Copa da Inglaterra promovendo várias mudanças no time, afirmando até mesmo no meio de semana que, se fosse torcedor do City, não compraria ingresso para a partida.

Ele manteve a palavra e escalou seis jovens para o jogo com o Chelsea em Stamford Bridge. 

Cinco deles -- Manu Garcia, Aleix Garcia, Tosin Adarabiyo, Bersant Celina e David Faupala -- fizeram suas estreias em campo, com jogadores como Sergio Aguero, Yayá Touré e Raheem Sterling poupados.

Faupala empatou a partida depois que Diego Costa abriu o placar de cabeça antes do intervalo, mas os visitantes não conseguiram segurar o Chelsea no segundo tempo.

Pellegrini criticou o calendário da Copa da Inglaterra, que deu ao City menos tempo para recuperação para o último duelo de oitavas de final da Liga dos Campeões em Kiev.

"Nós nos vimos forçados a escolher este time", disse o treinador à BBC. "Nós sabíamos que seria difícil conciliar com a Copa da Inglaterra. Não podemos fazer nada além disso."

O treinador interino do Chelsea, Guus Riddink, está de olho em conquistar novamente o feito de 2009, quando venceu o campeonato diante do Everton na última partida da primeira passagem do holandês pelo clube.

Com o criticado Hazard de volta à boa fase --responsável pelo cruzamento no gol de Costa, pela assistência para Willian e por um gol de falta--, o Chelsea conseguiu vencer mesmo com um pênalti perdido por Oscar.

"O Manchester City fez mudanças mas isso não deixou o jogo mais fácil, pois os jovens talentos do time eram bastante perigosos", disse Hiddink.

KELLY HERÓI

Uma semana depois do Tottenham vencer o Manchester City e alcançar a vice-liderança do Campeonato Inglês, o time de Londres sofreu sua primeira derrota em nove jogos a um gol do defensor do Palace Martin Kelly nos acréscimos do primeiro tempo no estádio White Hart Lane. 

Kelly não deu chances para o goleiro do Spurs Michael Vorm com um potente arremate de dentro da área para colocar o Palace nas quartas de final do torneio pela primeira vez desde 1995.

Aspirando ao primeiro grande título desde a Copa da Inglaterra em 1980, o West Ham saiu atrás do placar neste domingo depois que Ben Marshall colocou os Rovers em vantagem. 

Victor Moses empatou e Payet, com um lindo gol de falta, pôs os Hammers na frente antes do intervalo. Payet completou a goleada com um lindo gol solo depois que o nigeriano Emenike foi duas vezes à rede.

Chris Taylor, do Blackburn, foi expulso aos dez do segundo tempo com dois cartões amarelos, e Cheikhou Kouyaté, do West Ham, foi embora mais cedo após entrada dura.

(Por Martyn Herman)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos