Turquia diz que crise de imigrantes vai piorar a menos que acabem ataques na Síria

ANCARA (Reuters) - A Turquia acredita que a crise de imigrantes vai piorar a menos que os ataques realizados pelas forças do governo sírio sejam interrompidos, disse um porta-voz e assessor do presidente turco, Tayyip Erdogan, nesta sexta-feira.

Ibrahim Kalin também afirmou, em entrevista coletiva, que o governo da Turquia deportou 3.800 pessoas como parte dos esforços de combate ao Estado Islâmico.

(Reportagem de Tulay Karadeniz e Humeyra Pamuk)

Receba notícias do UOL. É grátis!

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos