Diante de impasse, Obama pede a líderes republicanos que sugiram nome para Suprema Corte

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, pediu aos líderes republicanos do Congresso que sugiram nomes para preencher uma vaga na Suprema Corte durante uma reunião nesta terça-feira, disse o porta-voz da Casa Branca, Josh Earnest.

Obama conversou com o líder da maioria no Senado, Mitch McConnell, e com o chefe do Comitê Judiciário da Casa, o também republicano Chuck Grassley, no Salão Oval para debater a substituição do falecido juiz Antonin Scalia.

"O presidente ... deu a todos os presentes, democratas e republicanos, a oportunidade de oferecerem suas sugestões de possíveis indicados para a Suprema Corte", informou Earnest em um boletim à imprensa.

O líder democrata do Senado, Harry Reid, e a principal liderança democrata do Comitê Judiciário, Patrick Leahy, também participaram da reunião.

"O presidente não garantiu que irá escolher esta pessoa, mas o presidente indicou que iria levar a sério toda e qualquer recomendação que democratas ou republicanos tivessem a fazer", acrescentou o porta-voz.

Earnest não quis afirmar se algum dos líderes republicanos, que disseram que a vaga deveria permanecer desocupada até que o sucessor de Obama assuma em janeiro do ano que vem, propôs algum nome.

    (Por Clarece Polke)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos