México diz que 11 grávidas foram infectadas pelo Zika vírus

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) - O México confirmou que 11 grávidas foram infectadas pelo Zika vírus, de um total de 121 casos registrados oficialmente no país, informou o governo na segunda-feira.

A maioria dos casos foi identificada nos Estados de Chiapas e Oaxaca, no sul, de acordo com boletim do Ministério da Saúde.

Entre as grávidas, oito são de Chiapas, duas de Oaxaca, e uma de Veracruz, na região do Golfo do México, segundo o ministério.

O número de casos de grávidas infectadas pelo Zika aumentou desde meados de fevereiro, quando o Ministério da Saúde informou que havia 80 casos confirmados da doença no país, sendo seis em gestantes.

A preocupação com o Zika é especialmente grande na gravidez, à medida que o Brasil registrou uma ligação entre casos de infecção pelo vírus na gravidez com bebês nascidos com microcefalia.

Embora não esteja provado que o Zika cause a microcefalia, uma má-formação cerebral, cientistas dizem que aumentam as evidências nesse sentido. Em 1° de fevereiro, a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou o Zika uma emergência de saúde global.

(Reportagem de Joanna Zuckerman Bernstein)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos