Petroleiras russas concordam em não elevar produção em 2016, diz presidente Putin

MOSCOU (Reuters) - As petroleiras russas concordaram em não aumentar a produção de petróleo neste ano, após acordo preliminar realizado entre a Rússia, Arábia Saudita, Catar e Venezuela no mês passado, afirmou o presidente Vladimir Putin, em uma reunião com as maiores companhias de petróleo do país.

"Como o ministro (de Energia, Alexander Novak) relatou, vocês todos concordam com esta proposta", disse Putin.

"O objetivo do nosso encontro, da reunião de hoje, é para eu ouvir, pessoalmente, isso de vocês."

No mês passado, Rússia, Arábia Saudita, Catar e Venezuela concordaram preliminarmente em congelar a produção de petróleo em níveis de janeiro, próxima de recordes recentes para Rússia e Arábia Saudita.

(Por Vladimir Soldatkin)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos