Zavascki rejeita pedido de Cunha e análise de denúncia é confirmada para 4ª

  • UESLEI MARCELINO

(Reuters) - O ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), rejeitou nesta terça-feira pedido do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), para adiar a análise pelo plenário da corte de denúncia da Procuradoria-Geral da República contra o parlamentar, confirmando a sessão sobre o caso na quarta-feira.

Cunha foi denunciado pela PGR acusado de receber 5 milhões de dólares de propina do esquema de corrupção na Petrobras. Caso o plenário do Supremo julgue a denúncia procedente, o presidente da Câmara passará a ser réu em ação penal no STF.

(Reportagem de Eduardo Simões, em São Paulo)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos