Cardozo diz que delação de Delcídio envolveu Dilma em conjunto de mentiras

BRASÍLIA (Reuters) - O ministro da Advocacia-Geral da União (AGU), José Eduardo Cardozo, disse nesta quinta-feira que, o que chamou de "suposta" delação premiada do senador Delcídio do Amaral (PT-MS), envolveu a presidente Dilma Rousseff em um "conjunto de mentiras".

Em entrevista coletiva, Cardozo, que ocupava o Ministério da Justiça, afirmou ainda não saber se há uma delação de Delcídio, mas disse que, se confirmada, é uma clara retaliação.

Delcídio, que chegou a ser preso acusado de tentar obstruir as investigações da Lava Jato, fechou, segundo a revista Isto É, um acordo de delação premiada em que faz acusações a Dilma e ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

(Reportagem de Lisandra Paraguassu)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos