Google reforça equipe de desenvolvimento de carro autônomo

SAN FRANCISCO/DETROIT, Estados Unidos (Reuters) - A equipe do Google que trabalha no desenvolvimento de um carro autônomo está contratando mais pessoal especializado na indústria automotiva, sinalizando a determinação da gigante da Internet em fazer o projeto sair do estágio experimental.

A operação emprega atualmente pelo menos 170 funcionários, segundo uma análise da Reuters de perfis na rede social de profissionais LinkedIn. Muitos são engenheiros de software e sistemas e alguns são de outros departamentos do Google.

Mais de 40 funcionários que aparecem no LinkedIn têm experiência anterior na indústria automotiva, com habilidades que vão de design exterior a manufatura. Eles vieram de uma série de montadoras, incluindo Tesla, Ford e General Motors.

O Google afirmou anteriormente que pretende ter pronta a tecnologia para ser comercializada até 2020, mas que a empresa pode não fabricar ela própria o automóvel. A gigante da tecnologia tem mais possibilidade de terceirizar a produção dos veículos ou licenciar a tecnologia para fabricantes de carros, afirmam especialistas da indústria automotiva.

Nas últimas quatro semanas, o Google abriu quase 40 novas posições para a equipe, e muitas são relacionadas à manufatura. O grupo atualmente tem seis pessoas com tal experiência.

(Por Paul Lienert em Detroit e Alexandria Sage em San Francisco)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos