México diz que não pagará por 'terrível' muro de fronteira de Trump

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) - Não existe a menor possibilidade de o México financiar o plano "terrível" de Donald Trump de erguer um muro ao longo de sua fronteira com os Estados Unidos se o pré-candidato presidencial republicano favorito nas pesquisas vencer a eleição do dia 8 de novembro, disse o ministro mexicano das Finanças.

Trump, magnata do setor imobiliário de Nova York e ex-apresentador de reality shows, causou revolta no México quando prometeu obrigar a segunda maior economia da América Latina a pagar por um muro na divisa do sul dos EUA para conter o fluxo de imigrantes ilegais e de drogas.

Em uma entrevista à televisão no final de quarta-feira, o ministro Luis Videgaray rejeitou categoricamente a proposta.

"Sob nenhuma circunstância o México irá pagar pelo muro que o senhor Trump está propondo", afirmou. "Construir um muro entre México e Estados Unidos é uma ideia terrível. É uma ideia baseada na ignorância e não tem fundamento na realidade da integração da América do Norte".

Trump acusou o México de enviar estupradores e traficantes de drogas pela fronteira dos EUA e se comprometeu a aumentar os impostos de alguns vistos mexicanos e de todas as autorizações de cruzamento de fronteira como parte de um plano mais amplo para forçar o México a financiar a obra.

Os ex-presidentes mexicanos conservadores Felipe Calderón e Vicente Fox compararam Trump a Adolf Hitler, e os temores de uma presidência Trump vêm fazendo com que um número crescente de imigrantes tente ingressar nos Estados Unidos.

(Por Alexandra Alper)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos