Ministra do STF nega pedido de Lula para suspender operação Aletheia da Lava Jato

BRASÍLIA (Reuters) - A ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Rosa Weber rejeitou o pedido do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva de suspender os procedimentos e diligências da operação Aletheia da Lava Jato realizada nesta sexta-feira pela Polícia Federal (PF), que o levou a depor.

"Não há, seja pela ótica formal, seja pela material, elementos de convicção hábeis a justificar a concessão de medida liminar, neste juízo delibatório", disse a ministra na decisão.

A defesa do ex-presidente argumentava que a condução coercitiva usada na operação é desnecessária, pois ele já prestou um depoimento à PF quando foi notificado em inquérito policial que corre em Brasília.

A defesa de Lula também citava suposto conflito de competência entre o Ministério Público Federal e o Ministério Público de São Paulo no caso, afirmando ser "inadmissível" a convivência de duas investigações sobre os mesmos fatos.

A defesa do ex-presidente questionava ainda a divulgação, pela imprensa, de supostas delações que atingem Lula, alegando que esses vazamentos seriam "crime de violação de segredo de Justiça".

(Reportagem de Leonardo Goy)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos