Merkel pede que Grécia acelere esforços para abrigar refugiados

BERLIM (Reuters) - A Grécia precisa cumprir rapidamente sua promessa de acomodar 50 mil refugiados, e a União Europeia deve ajudar Atenas nessa tarefa, disse a chanceler alemã, Angela Merkel, em uma entrevista publicada pela imprensa neste sábado.

A Áustria, um dos últimos trechos da jornada para a Alemanha que centenas de milhares de imigrantes e refugiados percorrem, recentemente impôs restrições em suas fronteiras, criando um efeito dominó na Europa e deixando dezenas de milhares de pessoas vivendo em más condições na Grécia.

"Originalmente, a Grécia deveria ter criado 50 mil acomodações para refugiados até o fim de 2015", disse Merkel ao jornal Bild.

"Essa questão deve ser resolvida agora na velocidade da luz, porque o governo grego tem que garantir acomodação decente."

(Por Michael Nienaber)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos