Bolívia faz acordo com Rússia para ter centro de pesquisa nuclear

LA PAZ (Reuters) - O governo da Bolívia anunciou neste domingo que chegou a um acordo com a estatal russa Rosatom para a construção do primeiro centro de pesquisa nuclear do país sul-americano, com um investimento de mais de 300 milhões de dólares.

No entanto, o acordo para a construção da usina na cidade de El Alto, localizada a cerca de 15 quilômetros da capital boliviana, precisa ser ratificado pelo Congresso.

"Nós conversamos com o presidente (russo Vladimir) Putin. Dissemos que a Bolívia também tem direito a este centro investigação", disse o presidente Evo Morales.

O centro será usado tanto para fins médicos e para o desenvolvimento e investigação científica com fins pacíficos.

(Reportagem de Daniel Ramos)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos