Ex-primeira-dama dos EUA, Nancy Reagan morre aos 94 anos

SÃO PAULO (Reuters) - A ex-atriz Nancy Reagan, que esteve ao lado do marido Ronald Reagan durante a carreira dele em Hollywood, os oito anos na Casa Branca, uma tentativa de assassinato e o mal de Alzheimar, morreu neste domingo aos 94 anos, afirmou a Biblioteca Reagan.

Michael Reagan disse no Twitter que estava entristecido pela morte de sua madrasta. "Ela está uma vez mais com o homem que amou", escreveu ele.

Nancy se tornou uma das mais influentes primeiras-damas da história dos Estados Unidos durante o mandato de seu companheiro republicano entre 1981 e 1989.

Seu marido, que afetuosamente a chamava de "Mommy" enquanto ela o chamava de "Ronnie", morreu em 2004 após uma longa luta contra o Alzheimar, uma disfunção progressiva que destrói a memória.

Como Nancy Davis, ela fez carreira em Hollywood durante os anos 1940 e 1950 e então se casou com Reagan, um famoso ator de cinema, em 1952.

Ela então foi primeira-dama na Califórnia durante o mandato de Ronald no governo do Estado entre 1967 e 1975 antes de se mudar para a Casa Branca após a vitória decisiva do republicano sobre o então presidente, o democrata Jimmy Carter em 1980.

(Por Will Dunham)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos