Dirigente da oposição síria indica participação em conversas em Genebra

BEIRUTE (Reuters) - Um membro do principal conselho da oposição síria indicou nesta segunda-feira que o grupo irá às conversas que a Organização das Nações Unidas (ONU) busca realizar em Genebra, embora outra autoridade da oposição tenha dito que ainda não foi tomada uma decisão.

"Estamos inclinados a ir", disse Riad Nassan Agha, membro do Comitê de Altas Negociações, à Reuters, acrescentando que espera que nada evite a realização das conversas. Outro porta-voz do conselho posteriormente disse à rede de TV Al-Arabiya Al-Hatadh que o conselho ainda vai decidir sobre a participação.

Agha, falando à Reuters por telefone, disse que as violações do acordo de cessar hostilidades por parte do governo do presidente Bashar Al-Assad e seus aliados diminuíram nos últimos dois dias.

Ele disse que pessoas vão começar a chegar a Genebra na sexta-feira, alertando que o conselho da oposição espera que nada aconteça para evitar sua participação nas conversas. Ele acrescentou que o grupo quer um início imediato das negociações por um órgão de governo de transição.

"Começamos a notar que o volume de violações começou a reduzir nos últimos dois dias. Esperamos que nos próximos dias até sexta-feira as violações cheguem a zero", disse. "Caso estas violações terminem, isto irá criar um ambiente favorável para o início das negociações".

Um acordo de cessação de hostilidades mediado pelos Estados Unidos e Rússia reduziu o nível de violência na Síria desde que entrou em vigor, em 27 de fevereiro, embora cada lado tenha acusado o outro de violação.

(Reportagem de Tom Perry)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos