EUA e Coreia do Sul iniciam exercícios sob ameaça de ataque do Norte

SEUL (Reuters) - Tropas dos Estados Unidos e da Coreia do Sul iniciaram treinamentos militares de grande escala nesta segunda-feira em um exercício anual de suas defesas contra a Coreia do Norte, que identificou os treinamentos como "ações de guerra nuclear" e ameaçou responder com uma ofensiva completa.

A Coreia do Sul informou que os exercícios serão os maiores já realizados, após o quarto teste nuclear da Coreia do Norte, em janeiro, e um lançamento de um foguete de longa distância no mês passado, que desencadearam uma resolução do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) e novas sanções duras.

A Coreia do Norte rebateu críticas a seu programa nuclear e de mísseis, até mesmo da antiga aliada China, e na semana passada o líder Kim Jong Un ordenou que seu país esteja pronto para usar armas por conta do que vê como ameaças crescentes de inimigos.

O comando militar conjunto dos EUA e Coreia do Sul informou que notificou a Coreia do Norte sobre a "natureza não provocativa de seu treinamento" envolvendo 17 mil militares norte-americanos e mais de 300 mil sul-coreanos.

O Ministério da Defesa sul-coreano informou que não viu sinal de qualquer atividade militar incomum do Norte.

(Reportagem de Jack Kim e James Pearson)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos