Netanyahu rejeita convite para reunião com Obama, diz Casa Branca

WASHINGTON (Reuters) - O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, recusou um convite para se encontrar com o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, na Casa Branca, neste mês, e cancelou sua viagem a Washington, disse a Casa Branca nesta segunda-feira, citando informações da imprensa israelense.

A decisão de Netanyahu marca o mais recente episódio em uma relação com Obama que ainda tem de recuperar suas profundas diferenças sobre o acordo nuclear do ano passado com o Irã liderado pelos EUA, ao qual Israel se opõe.

A Casa Branca disse que o governo israelense havia solicitado uma reunião de Netanyahu com Obama em 18 ou 19 de março e que foi oferecido um encontro em 18 de março, duas semanas atrás.

"Nós estávamos ansiosos em sediar a reunião bilateral, e ficamos surpresos ao saber primeiro através de relatos da mídia de que o primeiro-ministro, em vez de aceitar o nosso convite, optou por cancelar a sua visita", disse Ned Price, porta-voz do Conselho de Segurança Nacional da Casa Branca, em um comunicado enviado por email.

Não houve reação imediata do gabinete de Netanyahu sobre o cancelamento.

(Por Matt Spetalnick e Roberta Rampton)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos