Turquia vê ação mais firme contra imigração e alerta ser difícil fechar rota pelo Egeu

BRUXELAS (Reuters) - A Turquia está pronta para fazer tudo que pode junto à União Europeia para combater a imigração ilegal, mas não poderá eliminar completamente as travessias pelo mar Egeu, disse um porta-voz do premiê Ahmet Davutoglu nesta segunda-feira.

“Todos sabemos como é o Egeu e não é possível para nenhum país diminuir todos os imigrantes para zero. Isto não significa que não iremos fazer todo o possível”, disse o porta-voz à Reuters às margens de uma cúpula entre União Europeia e Turquia em Bruxelas.

“Este é nosso problema comum, não é da União Europeia, não é um problema grego. Esperar por tudo da Turquia não é justo, estamos aqui compartilhando o fardo, e sinceramente acredito que atualmente medidas mais firmes serão tomadas”.

O porta-voz descreveu um encontro entre Davutoglu, o primeiro-ministro holandês, Mark Rutte, e a chanceler alemã, Angela Merkel, como “muito proveitoso”. Ele se negou a comentar detalhes da readmissão dos acordos sendo discutidos.

(Reportagem de Humeyra Pamuk)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos