Cunha quer dar andamento a impeachment na Câmara logo após STF decidir sobre embargos

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), disse nesta terça-feira que pretende dar andamento ao pedido de abertura de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff no mesmo dia que o Supremo Tribunal Federal (STF) decidir sobre os embargos propostos por ele à decisão da corte sobre o rito do processo.

O STF deve decidir sobre os embargos apresentados por Cunha na semana que vem, disse mais cedo à Reuters o líder do DEM na Câmara, deputado Pauderney Avelino (AM), após se reunir com o presidente do STF, Ricardo Lewandowski.

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos