Turquia assume controle de agência de notícias ligada a clérigo Gulen

ISTAMBUL (Reuters) - Autoridades turcas assumiram o controle da agência de notícias Cihan, de acordo com uma comunicado da Cihan, ampliando a repressão contra apoiadores do clérigo Fethullah Gulen, um influente adversário do presidente Tayyip Erdogan.

A Cihan disse em seu site na noite de segunda-feira que um tribunal de Istambul vai nomear um administrador para gerir a agência a pedido de um procurador do Estado, dias após as autoridades terem tomado o controle do principal jornal ligado a Gulen, o Zaman.

A desapropriação do jornal levou a alertas internacionais sobre a liberdade de expressão na Turquia e foi discutida na segunda-feira em uma reunião entre líderes da União Europeia com autoridades de Ancara sobre a crise imigratória.

Tanto a Cihan como o Zaman fazem parte do grupo de mídia Feza Gazetecilik.

Gulen, que mora nos Estados Unidos, é acusado por Erdogan de conspirar para derrubar o governo por meio de uma rede de apoiadores no Judiciário, na polícia e na mídia. Gulen nega as acusações.

Os dois eram aliados até que policiais e procuradores considerados próximos a Gulen iniciaram uma investigação sobre corrupção no círculo ligado a Erdogan em 2013.

(Por Daren Butler)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos