Trump ganha em Michigan mesmo com rejeição de liderança republicana

Por John Whitesides

DETROIT (Reuters) - O principal pré-candidato republicano à Presidência dos Estados Unidos, Donald Trump, conquistou vitórias nas primárias de Michigan e Mississippi na terça-feira, apesar de uma semana de ataques duros do establishment do partido, e ampliou sua vantagem na corrida pela nomeação da legenda para concorrer à Casa Branca.

Entre os democratas, Bernie Sanders surpreendeu a favorita Hillary Clinton em uma disputa primária acirrada em Michigan, dando novas energias para sua campanha. Hillary ganhou em Mississippi, mas a vitória de Sanders é vista como possível garantia de uma luta prolongada na escolha do candidato para a eleição geral.

A vitória convincente de Trump em Michigan restaurou sua campanha e aumentou a pressão sobre as forças anti-Trump do partido para encontrarem uma maneira de impedir que o bilionário marche para a candidatura.

O nova-iorquino de 69 anos construiu suas vitórias em Michigan, no coração do meio-oeste industrial, e Mississippi com apelo entre uma ampla gama de eleitos. Ele ganhou os votos dos evangélicos, republicanos, independentes, aqueles que querem uma novidade e aqueles que disseram estar insatisfeitos com a atual gestão do governo federal, de acordo com pesquisas.

Durante entrevista coletiva, Trump disse que estava atraindo novos eleitores para o Partido Republicano e que as figuras do establishment do partido que resistem à sua campanha devem guardar dinheiro e foco para derrotar os democratas em novembro.

"Espero que os republicanos abracem isto", disse Trump sobre sua campanha. "Temos algo acontecendo que é tão bom que deveríamos nos agarrar e o unificar o partido".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos