Exportações da Alemanha caem inesperadamente em janeiro, importações crescem

Por Michael Nienaber

BERLIM (Reuters) - As exportações da Alemanha caíram pelo segundo mês seguido em janeiro, enquanto as importações subiram mais do que o esperado, em um sinal de que a demanda externa fraca da China e outros mercados emergentes segurou o crescimento da maior economia europeia no começo de 2016.

Os dados do comércio destacaram uma virada em curso da economia alemã da tradicional dependência sobre as exportações para um crescimento mais liderado pelo consumo, em um cenário de enfraquecimento da demanda da China e da Rússia.

As exportações sazonalmente ajustadas caíram 0,5 por cento no mês após recuarem 0,7 por cento, segundo dado revisado, em dezembro, informou o Escritório Federal de Estatísticas. As importações cresceram 1,2 por cento, reduzindo o superávit comercial da Alemanha para 18,9 bilhões de euros.

Economistas consultados pela Reuters esperavam uma recuperação das exportações com aumento de 0,5 por cento, e um aumento mais fraco das importações, de 0,4 por cento.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos