Lula deve participar de manifestações no dia 18, diz presidente do PT

  • PAULO WHITAKER

SÃO PAULO (Reuters) - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva deve participar de manifestação "em defesa da democracia" marcada para o próximo dia 18 em São Paulo com o apoio do PT e movimentos sociais, disse nesta quinta-feira o presidente do partido, Rui Falcão.

Manifestações convocadas pela Frente Brasil Popular foram marcadas também para o dia 31.

Falcão, que falou com jornalistas em evento para debate sobre política econômica com o ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, líderes sindicais e políticos, disse que Lula ainda não se decidiu sobre se tornar ministro da presidente Dilma Rousseff, o daria a ele foro privilegiado.

O ex-presidente Lula foi alvo da 24ª fase da operação Lava Jato, que investiga um bilionário esquema de corrupção, sendo levado a depor sob condução coercitiva pela Polícia Federal na sexta-feira passada. No mesmo dia, Lula disse que estava "disposto a andar este país" e a fazer "um discursinho" onde fosse chamado.

Falcão disse também que a reforma da Previdência, defendida pelo governo, tem que ser discutida no fórum da Previdência, instituído pelo próprio Executivo, com representantes dos trabalhadores e empresários para ter o apoio do PT.

Na quinta-feira, o ministro da Fazenda disse à Reuters que o governo levará adiante seu plano de apresentar uma proposta da reforma até o fim de abril, enquanto o ministro do Trabalho e Previdência, Miguel Rossetto, afirmou também em entrevista à Reuters que a situação política pode levar ao adiamento da reforma.

(Reportagem de Natalia Scalzaretto)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos