Pedidos de auxílio-desemprego nos EUA recuam a menor nível desde outubro

WASHINGTON (Reuters) - O número de norte-americanos que entraram com pedidos de auxílio-desemprego caiu mais que o esperado na semana passada, atingindo seu menor nível desde outubro, indicando força sustentada do mercado de trabalho, o que deve afastar ainda mais os temores sobre uma recessão.

Na semana encerrada em 5 de março, os pedidos iniciais de auxílio-desemprego caíram em 18 mil, para 259 mil, segundo dados ajustados sazonalmente divulgados pelo Departamento de Trabalho nesta quinta-feira. Trata-se da menor leitura desde meados de outubro.

O número da semana anterior foi revisado para baixo em 1 mil pesidos a menos do que anteriormente anunciado. Economistas consultados em pesquisa da Reuters projetavam queda para 275 mil pedidos na semana passada.

(Reportagem de Lucia Mutikani)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos