Pentágono diz ter capturado chefe de armas químicas do Estado Islâmico em fevereiro

WASHINGTON (Reuters) - O Pentágono informou nesta quinta-feira que capturou o chefe de armas químicas do Estado Islâmico no Iraque durante uma operação em fevereiro.

A captura de Sulayman Dawud Al-Bakkar, também conhecido como Abu Dawud, "removeu do campo de batalha um líder essencial do Estado Islâmico", informou o Pentágono em comunicado. Ele foi transferido para custódia do governo iraquiano nesta quinta-feira, acrescentou.

O Pentágono informou que obteve detalhes sobre produção e locais de armas químicas do Estado Islâmico, assim como pessoas envolvidas, a partir de Dawud. As informações levaram a diversos ataques aéreos da aliança liderada pelos Estados Unidos ao Estado Islâmico.

(Reportagem de Doina Chiacu)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos