STJ autoriza indiciamento de governador Fernando Pimentel, dizem jornais

(Reuters) - O Superior Tribunal de Justiça (STJ) autorizou o indiciamento do governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), pela Polícia Federal no âmbito da operação Acrônimo, que investiga suspeita de desvio de recursos públicos para a campanha do ex-ministro, disseram jornais nesta quinta-feira.

Pimentel, que foi ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior do governo da presidente Dilma Rousseff, agora poderá ser interrogado pela PF, que investiga supostas irregularidades na prestação de contas eleitorais de sua campanha ao governo de Minas em 2014.

O inquérito que investiga Pimentel tramita sob sigilo. A decisão que autorizou o indiciamento do governador foi dada no fim de fevereiro pelo o ministro do STJ Herman Benjamin, de acordo com os jornais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos