Defensor da Apple diz que Departamento de Justiça dos EUA tenta manchar empresa

WASHINGTON (Reuters) - A Apple acusou o Departamento de Justiça dos Estados Unidos de tentar "manchar" a companhia ao fazer acusações "desesperadas" e "não substanciadas" em sua tentativa de forçar a companhia a ajudar a destravar um iPhone criptografado que pertencia a um dos atiradores de San Bernardino.

"O tom do comunicado parece com um indiciamento", disse o defensor geral da Apple Bruce Sewell a jornalistas, em referência a um comunicado do departamento enviado na véspera que acusava a Apple de fazer pronunciamentos "falsos".

Sewell afirmou que o novo comunicado do departamento é baseado em notícias de imprensa com fontes fracas que sugerem de maneira equivocada que a Apple agiu em conluio com o governo da China para minar a segurança dos consumidores.

(Por Dustin Volz e Joseph Menn)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos