Após violência do fim de semana, Trump ameaça enviar seus apoiadores a comícios de Sanders

WASHINGTON (Reuters) - O pré-candidato republicano à presidência dos Estados Unidos Donald Trump ameaçou neste domingo enviar seus apoiadores aos comícios da campanha do democrata Bernie Sanders, mostrando que não vai enfraquecer sua retórica depois dos confrontos que eclodiram em seus próprios comícios durante este fim de semana.

Principal candidato para a nomeação republicana, Trump manifestou-se depois que um confronto entre seus simpatizantes e manifestantes irritados com suas posições sobre a imigração e os muçulmanos se transformou em uma ameaça palpável na sexta-feira, forçando-o a cancelar um comício em Chicago e lançando uma sombra sobre suas aparições de campanha no sábado.

Trump culpou os partidários do democrata Sanders pelos incidentes em Chicago, onde os confrontos eclodiram entre manifestantes e defensores do magnata imobiliário. Ele chegou a chamar o senador de Vermont  de "nosso amigo comunista".

Neste domingo, ele deu um passo adiante, postando logo cedo no Twitter: "Bernie Sanders está mentindo quando diz que seus seguidores não são orientados a ir aos meus eventos. Tenha cuidado Bernie, ou os meus apoiadores irão aos seus!"

(Por Doina Chiacu)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos