Custo da crise migratória vai superar 600 milhões de euros na Grécia

ROMA (Reuters) - O custo da administração da crise migratória na Grécia vai superar a estimativa inicial de 600 milhões de euros, à medida em que mais refugiados são forçados a permanecer no país, disse no domingo o presidente do Banco da Grécia, Yannis Stournaras.

Mais de 41 mil refugiados e migrantes estão presos na Grécia, com seus planos de viajar ao norte bloqueados por paralisações de fronteira em toda a região dos Balcãs.

No mês passado, uma fonte do banco central grego estimou que 600 milhões de euros cobririam operações de salvamento, abrigos e repatriação.

(Reportagem de Steve Scherer)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos