Tempestades no sul dos EUA deixam cinco mortos; enchentes continuam

Therese Apel

Em Shreveport (EUA)

  • Douglas Collier /A Shreveport Tempos/ AP

    11.mar.2016 - Integrantes de uma mesma família usam barco para recuperar objetos após enchente em Pecan Valley Estates, nos Estados Unidos

    11.mar.2016 - Integrantes de uma mesma família usam barco para recuperar objetos após enchente em Pecan Valley Estates, nos Estados Unidos

O número de mortos pelas tempestades que atingiram os Estados do sul dos Estados Unidos aumentou para cinco, enquanto moradores da Louisiana e do Mississippi mantinham a vigilância para mais enchentes nesta segunda-feira (14), resultado de chuvas fortes que inundaram casas, alagaram rodovias e provocaram milhares de resgates.

As águas das cheias em Louisiana foram responsabilizadas por quatro mortes e danos em pelo menos 5.000 casas e uma pessoa se afogou numa enchente em Oklahoma. O alerta contra alagamentos estava em vigor uma vez que rios e córregos permaneciam com nível alto depois das tempestades.

Em Louisiana, Harold Worsham, de 78 anos, se afogou quando seu bote virou no momento em que ele tentava retirar coisas de uma casa, com o aumento do nível da água no sábado à noite, de acordo com autoridades locais.

Muitos rios e lagos no norte de Louisiana alcançaram níveis históricos, e casas no local enfrentam a ameaça de ainda mais enchentes, disse Matt Hemingway, meteorologista do Serviço Nacional do Tempo.

"Vai levar algum tempo até haver um recuo para abaixo do estágio de enchente", declarou ele. "Algumas pessoas podem ficar nesta situação não somente por dias, mas por semanas".

Autoridades e meteorologistas descreveram as enchentes como umas das piores vistas na região, tirando as provocadas por furacões. O presidente Barack Obama declarou, no domingo, as enchentes em Louisiana como um grande desastre, ativando a ajuda federal.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos