Mercadante nega tentativa de impedir delação de Delcídio, diz que fez gesto de solidariedade

BRASÍLIA (Reuters) - O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, afirmou nesta terça-feira que sua conversa com assessor de Delcídio do Amaral (PT-MS) foi um gesto pessoal de solidariedade ao senador e negou que tenha tentado impedir a delação do ex-líder do governo no Senado.

Em entrevista coletiva, Mercadante negou também que tenha feito qualquer oferta de ajuda financeira a Delcídio, e ressaltou que a presidente Dilma Rousseff não tem nenhuma responsabilidade na sua conversa com o assessor José Eduardo Marzagão, do senador.

(Reportagem de Leonardo Goy)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos