Trump pode dar grande passo rumo à indicação republicana se conquistar Flórida e Ohio

Por Steve Holland

TAMPA, Flórida (Reuters) - Donald Trump pode dar um passo enorme para garantir a indicação presidencial do Partido Republicano nesta terça-feira se obtiver vitórias nas primárias partidárias dos Estados norte-americanos da Flórida e de Ohio, que intensificariam a pressão sobre os membros do establishment republicano que lutam para tirá-lo da corrida.

O pré-candidato republicano favorito nas pesquisas de opinião tem potencial para vencer em cinco grandes Estados que realizam primárias para a eleição presidencial do dia 8 de novembro – Flórida, Ohio, Illinois, Carolina do Norte e Missouri. Ele pode derrotar dois de seus rivais, o governador de Ohio, John Kasich, e Marco Rubio, senador da Flórida, se sair vencedor em seus Estados.

Em um comício na cidade de Youngstown, em Ohio, na noite de segunda-feira, Trump incentivou seus apoiadores a votarem em seu nome. Ele planejou uma coletiva de imprensa na estância de Mar-a-Lago, em Palm Beach, na Flórida, na noite desta terça-feira.

"Vocês vão ficar muito felizes. Vocês lembrarão esta noite. Vocês dirão que foi o maior voto que já depositaram na urna", disse ele.

Pesquisas mostram que o ex-apresentador de reality show tem uma dianteira significativa perante Rubio na Flórida, mas que está em um empate apertado com Kasich em Ohio. Qualquer vitória de Rubio, Kasich ou Ted Cruz, senador do Texas, daria pelo menos alguma esperança aos republicanos que anseiam impedir a indicação de Trump.

Mas vitórias de Trump nestes Estados podem tornar o que parecia inconcebível um fato concreto, colocando o empresário bilionário nova-iorquino de 69 anos, que prometeu deportar 11 milhões de imigrantes ilegais e adotar políticas comerciais protecionistas, em um caminho desimpedido para se sagrar como candidato republicano para o pleito de novembro.

Do lado democrata, a ex-secretária de Estado Hillary Clinton pode abrir alguma distância do adversário Bernie Sanders, senador de Vermont, nas votações desta terça-feira.

Sondagens lhe dão uma grande vantagem na Flórida e na Carolina do Norte, mas mostram Sanders ganhando terreno em Ohio, Illinois e Missouri, um sinal possivelmente preocupante para Hillary depois do êxito inesperado de Sanders no Michigan uma semana atrás.

(Reportagem adicional de James Oliphant, em West Palm Beach, Flórida, e Amanda Becker, em Ohio)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos